Pular para o conteúdo
Voltar

Edição Araguaia do HackaMT 2022 premia vencedores com R$ 108 mil em bolsas de pesquisa

O desafio teve a proposta de incentivar o desenvolvimento de soluções tecnológicas na área da saúde.
NAIARA MARTINS | SECITECI/MT

O financiamento é custeado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso (Fapemat). - Foto por: SECITECI/MT
O financiamento é custeado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso (Fapemat).
A | A

Com a proposta de incentivar o desenvolvimento de soluções tecnológicas na área da saúde, o Governo do Estado realizou neste final de semana (18 a 20 de novembro), no município de Querência, a edição Araguaia da Maratona de Inovação e Desenvolvimento Tecnológico do HackaMT 2022.

Venceu o desafio em primeiro, o aplicativo ‘Vaci Fácil’, para gestão do calendário de vacina da família, desenvolvido pela Universidade Unicathedral, de Barra do Garças. Em segundo lugar, ficou o aplicativo ‘Mãe Ajuda’, para o diagnóstico precoce de doenças em crianças de 0 a 5 anos, desenvolvido pelo Câmpus de Barra do Garças, da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

As equipes serão financiadas com bolsas de desenvolvimento tecnológico no valor de R$ 108 mil, sendo quatro bolsas para o primeiro colocado e duas para o segundo. O financiamento é custeado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso (Fapemat).

Foram três dias de imersão, com a inscrição de 102 projetos dos municípios de Água Boa, Aragarças (GO), Barra do Bugres, Barra do Garças, Bom Jesus do Araguaia, Confresa, Cuiabá, Denise, Nova Mutum, Nova Xavantina, Querência, Ribeirão Cascalheira, Rondonópolis, Sinop e Tangará da Serra.

O HackaMT Araguaia foi coordenado pelo professor Joaquim Manoel da Silva, do curso de Biologia do Câmpus de Nova Xavantina da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat).

A maratona é uma iniciativa do projeto Rede de Inovação Tecnológica e Empreendedorismo do Norte Araguaia (Inova Araguaia), em parceria com a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci), Parque Tecnológico Mato Grosso, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso (Fapemat), Prefeitura Municipal de Querência, e cooperação da Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI).