Pular para o conteúdo
Voltar

Governo de Mato Grosso apresenta projeto de monitoramento da água durante a COP-27

No evento, Mauro Mendes irá reforçar a posição de Mato Grosso como a região do planeta que mais produz alimentos e preserva o meio ambiente
Naiara Martins | Seciteci

A Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas COP-27, segue até o dia 21 de novembro, no Egito. - Foto por: DIVULGAÇÃO
A Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas COP-27, segue até o dia 21 de novembro, no Egito.
A | A

O Governo de Mato Grosso vai apresentar durante a Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas de 2022 (COP-27), realizada entre os dias 9 a 21 de novembro, em Sharm El-Sheikh, no Egito, o projeto de monitoramento do potencial hídrico do Estado para governança da água. O estudo foi desenvolvido pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci).

A meta do projeto é definir um plano de governança para o uso sustentável da água, a partir do monitoramento das principais bacias hidrográficas, e a projeção das áreas de maior consumo para produção.

O documento será apresentado pelo governador Mauro Mendes, durante a agenda que tratará sobre as ‘Perspectivas para Colaboração Sino-Amazônia – Sustentabilidade na Cadeia Global de Suprimentos’, no dia 15 de novembro, a partir das 14h45, no auditório Hub Amazônia Legal – Blue Zone, na COP-27.

No evento, Mauro Mendes também irá reforçar a posição de Mato Grosso como a região do planeta que mais produz alimentos e preserva o meio ambiente, além de pôr em prática ações concretas e metas ousadas de redução de carbono.

O secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci), Maurício Munhoz, integra a comitiva de Mato Grosso, liderada pelo governador.

“O estudo das águas desenvolvido pela Seciteci e Parque Tecnológico será apresentado diante dos principais líderes mundiais, que a todo momento, cobram iniciativas de Mato Grosso. A crise climática continua sendo a maior ameaça de longo prazo que a humanidade enfrenta. E para Mato Grosso sentar à mesa, com líderes mundiais e organismos internacionais, propondo soluções tangíveis, é sair do discurso e partir para a prática”, defendeu o secretário.

Com a proposta de uso sustentável da água, Mato Grosso reafirma o compromisso internacional de defesa do meio ambiente e a implantação de políticas públicas capazes de mitigar os impactos causados pelas mudanças climáticas. 

Durante a COP-27, o Governo de Mato Grosso também vai lançar a plataforma de negócios MTVerso, que funcionará como um escritório de representação internacional no Metaverso. O projeto foi desenvolvido pela Seciteci, em parceria com a Secretaria de Estado de Comunicação Social (Secom). A plataforma será adaptada e estendida para a oferta de cursos profissionalizantes na rede estadual de escolas técnicas. A primeira a receber, como piloto do projeto, será a Escola Técnica Estadual de Cuiabá, sendo beneficiada com 15 óculos de realidade virtual.