Pular para o conteúdo
Voltar

Em agenda na COP-27, Maurício Munhoz apresenta projetos e busca parcerias para MT

Entre as agendas, Mato Grosso fará a apresentação do projeto de monitoramento do potencial hídrico do estado.
Naiara Martins | Seciteci-MT

Nesta quinta-feira, 10.11, Maurício Munhoz se reuniu no Instituto Federal de Tecnologia de Zurique, na Suíça. - Foto por: SECITECI/MT
Nesta quinta-feira, 10.11, Maurício Munhoz se reuniu no Instituto Federal de Tecnologia de Zurique, na Suíça.
A | A

O secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci), Maurício Munhoz, integra a comitiva de Mato Grosso, que embarcou nesta quarta-feira (09.11) para a Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP-27), que segue até o dia 21 de novembro, em Sharm El-Sheikh, no Egito.

Entre as agendas, a comitiva liderada pelo governador Mauro Mendes fará a apresentação do projeto de monitoramento do potencial hídrico de Mato Grosso para governança da água. O projeto foi desenvolvido pela Seciteci e Parque Tecnológico Mato Grosso.

Nesta quinta-feira (10.11), Maurício Munhoz se reuniu no Instituto Federal de Tecnologia de Zurique, na Suíça, para prospecção de parcerias e intercâmbio com Mato Grosso. A instituição é considerada a quinta melhor universidade do mundo no ramo de engenharia e tecnologia, e responsável pela formação do físico Albert Einstein.

No sábado (12), Munhoz foi convidado para participar do Fórum Econômico Mundial, que entre outros assuntos, também tratará sobre o estudo das águas e o impacto econômico causado pelas mudanças climáticas. 

Já no dia 15, terça-feira, o secretário se reunirá com o professor Jefrey Sachs da Universidade Americana de Columbia, responsável pelo Relatório de Avaliação da Amazônia. 

REALIDADE VIRTUAL - O Governo de Mato Grosso também aproveitará a COP-27, para o lançamento da plataforma de negócios MTVerso, que funcionará como um escritório de representação internacional no Metaverso. O projeto foi desenvolvido pela Seciteci, em parceria com a Secretaria de Estado de Comunicação Social (Secom). A plataforma será adaptada e estendida para a oferta de cursos profissionalizantes, na rede estadual de escolas técnicas. A Escola Técnica Estadual de Cuiabá receberá os primeiros 15 óculos de realidade virtual como piloto do projeto.