Pular para o conteúdo
Voltar

Seciteci realiza I Workshop de Planejamento Estratégico e busca consolidar práticas de gestão eficiente

Durante o workshop, os servidores foram estimulados a pensar nas atividades desenvolvidas de maneira individual e coletiva para a entrega de produtos e serviços à sociedade
Naiara Martins | SECITECI/MT

I Workshop de Planejamento Estratégico, no auditório da ETE de Cuiabá. - Foto por: SECITECI/MT
I Workshop de Planejamento Estratégico, no auditório da ETE de Cuiabá.
A | A

A Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci) realizou na última quinta-feira (07.04), no auditório da Escola Técnica Estadual (ETE) de Cuiabá, o I Workshop de Planejamento Estratégico para os servidores, como parte das diretrizes apontadas durante a confecção da Agenda Estratégica de Ciência, Tecnologia e Inovação, publicada no início de 2016. 

O planejamento será conduzido pelo Instituto Tecnológico, de Gestão Estratégica e Organização Social Sustentáveis (I-Geos), que tem expertise na orientação e condução de processos de gestão, e na elaboração de metas junto à iniciativa privada e órgãos públicos. O I-Geos terá a missão de levantar junto aos servidores as habilidades individuais e coletivas, os pontos fortes que deverão ser estimulados e as fragilidades durante o processo de condução e produção de resultados, inclusive a estrutura governamental ofertada para o alcance de resultados.

Para o secretário da Seciteci, Maurício Munhoz, um dos arranjos estratégicos que devem ser fomentados é a criação de um elo prático e de resultados entre o ensino profissionalizante e as iniciativas ligadas à ciência, tecnologia e inovação.

“O planejamento é como um jogo de xadrez, é pensar à frente. Hoje, os países de primeiro de mundo, principalmente aqueles ligados a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico ou Económico (OCDE), já comprovaram que os cursos técnicos vêm despontando como referência na formação de mão de obra qualificada e de rápida absorção pelo mercado. A educação tecnológica faz parte da arquitetura moderna", pontuou o secretário.

"Atualmente, 40% da mão de obra dos países desenvolvidos é formada por técnicos e 60% por profissionais de nível superior. Infelizmente, o Brasil ainda vem de uma cultura arcaica onde a qualificação técnica ainda é considerada inferior por muitos nichos do mercado. Unir o público da educação profissional à ciência, tecnologia e inovação parece ser o novo e mais urgente desafio da Seciteci. Precisamos integrar as novas estruturas das escolas técnicas e as ações voltadas à tecnologia e inovação, e canalizar o entusiasmo e a paixão dos nossos servidores. Meu papel aqui é ser um facilitador. Estamos construindo a Seciteci do amanhã”, completou.

Durante o workshop, os servidores foram estimulados a pensar nas atividades desenvolvidas de maneira individual e coletiva, para a entrega de produtos e serviços à sociedade. Nesse sentido, aspectos como comprometimento, engajamento e cooperação foram apontados entre os servidores como fundamentais para o aprimoramento da gestão.

Com a definição dos perfis, será possível apontar os próximos passos para a consolidação de práticas de gestão eficiente, estruturada em princípios de liderança e resultado. O plano é parte essencial para a definição de estratégias, a prospecção de oportunidades e a construção de ambientes adequados à tomada de decisões. O documento final deve ser entregue até o mês de dezembro.