Pular para o conteúdo
Voltar

Programa Recytec fará descarte adequado de lixo eletrônico dos órgãos públicos estaduais

O Centro de Recondicionamento de Computadores será instalado na Escola Técnica de Cuiabá
Naiara Martins | Seciteci-MT

O decreto foi assinado pelo governador Mauro Mendes e pelo secretário da Seciteci, Nilton Borgato durante a inauguração da ETE de Cuiabá - Foto por: Michel Alvim
O decreto foi assinado pelo governador Mauro Mendes e pelo secretário da Seciteci, Nilton Borgato durante a inauguração da ETE de Cuiabá
A | A

O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci), vai instalar o Centro de Recondicionamento de Computadores (CRC). O espaço vai ser implantado na Escola Técnica de Cuiabá, com o objetivo de fazer a reciclagem e o descarte ambientalmente adequado de equipamentos eletrônicos inservíveis para os órgãos e entidades do poder público.

O decreto nº 1.336 que institui o Programa de Recondicionamento de Equipamentos Eletrônicos (Recytec) foi publicado no Diário Oficial nesta quarta-feira (30.03). Após limpeza, manutenção e substituição de peças e componentes, os equipamentos serão destinados para o atendimento de projetos de inclusão digital em escolas públicas, bibliotecas, e outras iniciativas de acesso à informação.

Conforme o secretário de Estado da Seciteci, Nilton Borgato, a secretaria é a responsável pela gestão do programa, que será desenvolvido em parceria com a ONG Programando o Futuro, que possui expertise no recondicionamento de equipamentos e na prática de políticas de logística reversa.

Já foram garantidos pela ONG cerca de R$ 2 milhões em recursos, junto ao Ministério das Comunicações, para a implantação do espaço. As atividades serão supervisionadas pelas Superintendências de Projetos e Captação de Recursos, e de Desenvolvimento Científico, Tecnológico e de Inovação da Seciteci.

Além de garantir o acesso da população à tecnologia e equipamentos de informática recondicionados, o Recytec também tem o compromisso de assegurar a oferta de cursos de qualificação profissional nas áreas de Tecnologia da Informação (TI), além de fomentar a pesquisa, inovação e desenvolvimento de soluções nas áreas de ciência e tecnologia.

O descarte ambientalmente correto do lixo eletrônico, também conhecido como logística reversa de eletrônicos, será outro dos principais objetivos do Recytec, evitando o descarte incorreto no meio ambiente. A proposta é ampliar o alcance do CRC, envolvendo a participação dos municípios e o engajamento da sociedade. Uma das ideias é promover a realização de campanhas de conscientização ambiental, em paralelo às ações da Seciteci no interior do Estado.