Pular para o conteúdo
Voltar

MT Ciências encerra participação em Rondonópolis e marca retomada presencial do projeto

O projeto marcou o retorno gradual às atividades escolares presenciais após a redução dos casos de Covid-19
Naiara Martins | Seciteci-MT

Em cinco dias, o projeto contou com a presença de 13 escolas e a visita de 1.148 alunos das redes pública e privada de ensino. - Foto por: SECITECI-MT
Em cinco dias, o projeto contou com a presença de 13 escolas e a visita de 1.148 alunos das redes pública e privada de ensino.
A | A

A Secretaria de Estado de Ciências, Tecnologia e Inovação (Seciteci) realizou entre os dias 20 e 24 de setembro, no município de Rondonópolis (220 km ao sul de Cuiabá), o Circuito Itinerante de Ciências de Mato Grosso (MT Ciências). O projeto realizado em parceria com a Escola Estadual Militar Tiradentes Major PM Ernestino Veríssimo da Silva, localizada no bairro Jardim Universitário, marcou o retorno gradual às atividades escolares presenciais após a redução dos casos de Covid-19.

Em cinco dias, o projeto contou com a presença de 13 escolas e a visita de 1.148 alunos das redes pública e privada de ensino. Entre as atividades do MT Ciências está a chegada de uma carreta baú, totalmente adaptada, onde são expostas experiências ligadas ao consumo consciente de energia elétrica, a aplicação de força cinética para produção de energia, projetos de conscientização sobre a preservação ambiental, entre outros experimentos.

As atividades tiveram a participação do secretário de Estado de Ciências, Tecnologia e Inovação (Seciteci), Nilton Borgato, do diretor-comandante da Escola Militar, tenente-coronel Kleber Franklin Ferreira de Lima e da superintendente de Desenvolvimento Científico, Tecnológico e de Inovação (Seciteci), Lectícia Figueiredo que fizeram questão de acompanhar a retomada dos trabalhos e o cumprimento dos protocolos de segurança ligados à contenção da pandemia.

O secretário Nilton Borgato, destacou a importância das aulas presenciais para o processo de aprendizado. “Estávamos ansiosos para a retomada das aulas, claro que, ofertando todas as medidas de cuidado que o momento exige, mas é evidente que a ausência do ambiente presencial compromete consideravelmente a absorção do conteúdo pelos alunos. A ciência precisa ser popularizada entre os nossos alunos, e nesse contexto, nada substitui a vivência e o contato humano, essenciais para um ambiente de debate e aprendizado. Estamos felizes com a retomada do Circuito Itinerante e pela parceria irretocável da Policia Militar, que agradeço em nome do Tenente-coronel Franklin”, definiu Borgato.

Além de popularizar o acesso à ciência, o espaço traz amostras de experiências que remetem as tradicionais Feiras de Ciências realizadas nas escolas da rede pública do Estado. Também fazem parte das atrações do projeto, a instalação de tendas anexas para recepção e orientação dos alunos e o planetário digital, com 32 instalações que têm o papel de sensibilizar os visitantes sobre a importância e a presença da ciência no dia a dia da população.  

Em Rondonópolis, o Circuito Itinerante de Ciências de Mato Grosso (MT Ciências) contou com o apoio das secretárias municipais Neiva Terezinha de Cól (Ciência, Tecnologia e Inovação) e Mara Gleibe da Fonseca (Educação), além da parceria da Polícia Militar de Mato Grosso (PMMT), representada pelo Comando Regional de Rondonópolis.





Editorias