Pular para o conteúdo
Voltar

Seciteci e Prefeitura de Rondonópolis firmam parceria para ofertar cinco cursos técnicos

Os cursos técnicos são de Enfermagem, Edificações, Eletrotécnica, Saúde Bucal e Agricultura
Camila Paulino | Seciteci

Secretário e equipe da Seciteci com o prefeito e equipe da Prefeitura - Foto por: Camila Paulino
Secretário e equipe da Seciteci com o prefeito e equipe da Prefeitura
A | A

Na manhã desta quinta-feira (05.08) o secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci), Nilton Borgato, e o prefeito de Rondonópolis (212 km de Cuiabá), José Carlos do Pátio, assinaram o termo de cooperação para a realização de cinco cursos técnicos que serão ministrados pela Escola Técnica Estadual (ETE) do município.

Borgato reforçou que, neste primeiro momento, serão ofertadas 280 vagas nas áreas da saúde, construção civil e agronegócio.

“Conforme tivermos mais demandas, vamos oportunizando mais cursos, lembrando que este projeto, Profissionaliza Rondonópolis, é um piloto que certamente servirá de modelo para implantarmos em outras regiões, pois o intuito do Governo de Mato Grosso é preparar mais jovens para contribuir com o desenvolvimento do nosso Estado”, disse. 

O prefeito ressaltou a importância de parcerias como esta, que vão oportunizar qualificação profissional aos jovens da cidade, por meio de cursos que atendem diretamente às demandas locais. “Ao concluir esses cursos, esses alunos certamente estarão empregados, pois são cursos excelentes e que a procura é muito maior do que a oferta de mão de obra, e, existe muita demanda no município. Então, quero agradecer de coração tudo que o secretário Borgato e a Seciteci está fazendo por Rondonópolis”, disse.

De acordo com a secretária Municipal de Ciências, Tecnologia e Inovação, Neiva de Col, estas vagas estarão divididas em cinco cursos com 1200 horas de duração cada.

"Teremos 80 vagas para Técnico em Enfermagem, divididas em duas turmas, mais 80 para Técnico em Edificações, também em duas turmas. Além disso, teremos 40 vagas para o curso de Técnico em Eletrotécnica, 40 vagas para Técnico em Saúde Bucal (auxiliar de cirurgião dentista) e ainda 40 vagas para Técnico em Agricultura", explicou.

A coordenadora de Educação Profissional e Tecnológica da Seciteci, Ana Flavia Derze Soares, explica que a ideia é atender as demandas de qualificação para o mercado de trabalho, diminuindo as desigualdades sociais e ampliando a geração de emprego e renda no Estado.

“O mercado de trabalho está cada vez mais exigente e carente de profissionais capacitados, e, por meio destes cursos, temos beneficiado centenas de pessoas, que conseguem novas oportunidades”.

Em breve será lançado o edital com as orientações sobre o processo seletivo de aluno.