Pular para o conteúdo
Voltar

Comissão Técnica da Seciteci visita ambiente de inovação em Florianópolis

A visita teve como objetivo conhecer a Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (Certi) e o trabalho de referência desenvolvido.
Soraya Medeiros | Seciteci

Comitiva da Seciteci faz visita a ambiente de inovação em Florianópolis - Foto por: Lecticia Figueiredo
Comitiva da Seciteci faz visita a ambiente de inovação em Florianópolis
A | A

O secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci), Nilton Borgato, a superintendente de Desenvolvimento Cientifico, Tecnológico e de Inovação, Lecticia Figueiredo, e a comissão da equipe técnica do Parque Tecnológico de Mato Grosso, visitaram a Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (Certi), em Florianópolis.

Borgato explica que a visita teve como objetivo buscar novas parcerias com a Fundação Certi, visto que ela ofereceu consultoria para a criação do parque em Mato Grosso. Além disso, foi uma oportunidade para analisar como está funcionando o Centro Empresarial para Laboração de Tecnologias Avançadas (Celta), com as incubadoras, aceleradoras e o Parque Tecnológico Sapiens. “Foi uma visita muito positiva, a nossa comitiva teve a oportunidade de fechar novas parcerias por se tratar de um grande centro de tecnologias”.

O diretor do Centro de Empreendedorismo Inovador, Leandro Carioni, fez uma breve explanação ao secretário Borgato e a comitiva de Mato Grosso, mostrando que a Certi é uma estruturada adequada para atender as vertentes inovadoras do mercado, integrando cientistas, estudantes e clientes na busca por soluções inovadoras.

Leandro destacou que o centro atua no apoio a criação de parques tecnológicos e se colocou à disposição para colaborar na instalação do parque mato-grosse. “Devemos encarar tanto a incubadora quanto o parque tecnológico como meios para atingir um fim, que é a empresa. Estamos à disposição em ajudar a Seciteci a instalar o parque e chegar a essas empresas”.

Durante a visita pelo Parque Tecnológico Sapiens, Borgato e a comitiva foram recebidos pela diretora, Carolina Menegazzo que fez uma apresentação do histórico das empresas que estão no parque, campo de atuação e a importância da instituição para o país.

“Por meio do Sapiens será usado o benchmarking, que é um processo de comparação de produtos, serviços e práticas empresariais, e é um importante instrumento de gestão das empresas. Essa é a nossa Ilha do Silício servindo de inspiração para todo o Brasil”, destacou Carolina.

O diretor do Parque Tecnológico de Mato Grosso, Rogério Alexandre Nunes, disse que essas parcerias fortalecem muito o Estado. “Estamos buscando esses cases de sucesso para obtermos uma base sólida para a implantação do nosso parque e acreditamos que a Fundação Certi é uma grande parceira e um modelo a ser seguido”.

Rogério avalia que a criação do parque em Mato Grosso irá capacitar ainda mais os estudantes dos cursos voltados para ciência, tecnologia e inovação, com isso o estado irá desenvolver muito mais e poderá se tornar uma referencia na área tecnológica. A proposta da criação é concentrar em uma mesma área empresas, incentivos ao fomento e inovação tecnológica, incubadoras e aceleradoras com o objetivo de promover o desenvolvimento de forma sustentável para o Estado.

Outros órgãos de Mato Grosso também acompanharam a visita a Fundação Certi, ao Centro Empresarial para Laboração de Tecnologias Avançadas (CELTA) e o Parque Tecnológico Sapiens.





Editorias