Pular para o conteúdo
Voltar

Estudantes de Cáceres recebem bolsas para estudar medicina na Bolívia

Secretário Nilton Borgato representou o Governo de Mato Grosso na entrega das bolsas de estudos
Soraya Medeiros | Secitec-MT

Estudantes de Cáceres recebem bolsas de estudos para faculdade Udabol - Foto por: Soraya Medeiros
Estudantes de Cáceres recebem bolsas de estudos para faculdade Udabol
A | A

Quarenta estudantes de Cáceres receberam na última quinta-feira (17.01), bolsas de estudos para cursar a faculdade de medicina e outros cursos, na Universidade de Aquino-Bolívia (Udabol).

O secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secitec), Nilton Borgato representou o governador Mauro Mendes, na solenidade de entrega das bolsas de estudos pelo Consulado da Bolívia em Cáceres.

O Consulado tem um acordo desde 2015 com a Udabol, em que entrega bolsas de estudos para alunos brasileiros e bolivianos que queiram estudar Medicina e outros cursos em Cochabamba.

Borgato ressalta a importância desse intercâmbio entre a educação boliviana e brasileira, pois facilita o ingresso desses estudantes nos cursos de Medicina na Bolívia. “Sabemos que muitos brasileiros buscam o país vizinho para fazer o curso, porque as mensalidades são mais baratas. Só que não podemos esquecer que depois de formado, o estudante de Medicina terá que passar pelo processo de Revalida, para ter o reconhecimento no Brasil”.    

O cônsul, Emilio Tamayo disse que na primeira vez em 2015, ele conseguiu com a Udabol, apenas uma bolsa de estudo. “Já são três anos que desenvolvo essa parceria e a cada dia damos a possibilidade aos estudantes de realizarem o sonho deles que é estudar Medicina. Hoje entregamos 40 bolsas para os estudantes brasileiros e 10 bolsas para os bolivianos. Com isso, já são 91 bolsas de estudos desde 2015”. 

O secretário aproveitou para agradecer a universidade boliviana, por disponibilizar e ajudar os estudantes brasileiros e bolivianos a realizarem os seus sonhos. “Esperamos que no ano que vem ao invés de dar 40 bolsas, eles possam distribuir 100, 150 ou 200, para que facilitar ainda mais a inserção das pessoas na educação. Nós entendemos ser a alternativa para termos um mundo melhor, porque educação é a base para o progresso”.

Na ocasião, a vice-reitora da Udabol, Claudia Camacho destacou que essa integração Brasil/Bolívia, por meio das bolsas de estudos da Universidade, é muito importante para desmanchar a imagem negativa entre os dois países. “Temos quatro mil estudantes brasileiros em nossa faculdade e podemos ampliar ainda mais essa parceria”.

A estudante, Beatriz Garcia conta que há mais de três anos tenta ingressar no curso de Medicina em Mato Grosso, mas não teve êxito. “Sempre tive que trabalhar e estudar e não conseguia dar o máximo para os estudos”.

Ela chegou a ser aprovada em Direito, Medicina  Veterinária e Jornalismo na Universidade Federal de Mato Grosso, mas sentia que a medicina era sua vocação. “Sentia-me frustrada, porque não conseguia entrar em Medicina. Larguei tudo em Cuiabá e voltei para Cáceres e foi aí que vi o anúncio no final do ano passado da seleção dos estudantes para as bolsas de estudos na Udabol. Então resolvi me inscrever e hoje estou super feliz por ter sido uma das selecionadas”.

Para finalizar, o cônsul garantiu apoio do Consulado para todos os estudantes que foram selecionados.  “O compromisso dos estudos é de vocês. De nossa parte daremos total apoio para que tudo corra bem com a documentação de todos”.

O evento contou também com a presença  dos  pais dos alunos contemplados, do reitor da Unemat, Rodrigo Zanin, do representante do reitor do IFMT, Marcus Arruda, do procurador da Prefeitura, Bruno Cordova e do presidente da Câmara dos Vereadores, Rubens Macedo.





Editorias