Pular para o conteúdo
Voltar

Alunos da Escola Técnica de Rondonópolis realizam palestras sobre Prevenção da Saúde e Segurança do Trabalho

Orientação é a chave do cuidado
Julianne Caju | Secitec

Alunos participam de palestras - Foto por: Julianne Caju
Alunos participam de palestras
A | A

Cerca de quarenta alunos dos cursos técnicos de Segurança do Trabalho e de Enfermagem da Escola Técnica Estadual de Rondonópolis realizaram em três noites palestras sobre a importância do uso de equipamentos de segurança, os riscos presentes no ambiente de trabalho, os cuidados com a saúde em geral, como por exemplo o uso frequente do protetor solar, a alimentação saudável e a prática de exercícios físicos. Receberam essas informações a comunidade escolar e 40 funcionários de uma empresa situada no município.

No primeiro dia do circuito de palestras foi abordado especificamente sobre segurança no trabalho e proteção auricular. Os alunos falaram sobre os riscos de acidente de trabalho, sobre a influência do barulho e ruídos presentes no local do trabalho bem como apresentaram as medidas de prevenção e proteção.

Para o aluno Lair Lima dos Santos, da turma do curso técnico de Segurança no Trabalho, a atividade contribuiu para aprimorar o que foi ensinado pelos professores e também serviu para partilhar com outras pessoas informações técnicas da área do qual ele e seus colegas vão atuar. “Foi uma ótima experiência para nós que vamos ingressar no mercado de trabalho. Foi uma importante vitrine para mostrarmos o que aprendemos e o que sabemos.”

Instruções básicas de primeiros socorros e acidente de trabalho foram temas das palestras do segundo dia do circuito. Os alunos apresentaram para a comunidade escolar e para os colaboradores da empresa participante do evento informações sobre o que se pode fazer nos casos em que ocorre um acidente de trabalho, seja no percurso da residência até a empresa ou dentro da firma. Os alunos também falaram para o público a importância da conscientização sobre as causas de acidentes de trabalho.

“Os professores nos despertaram para esse assunto, nós entendemos que mais do que fixar o conteúdo, nós realmente nos conscientizamos do quanto precisamos evitar os acidentes de trabalho. Isso é possível se cada um cuidar de si e todos cuidarem de todos. A nossa atuação deve ser primeiro da prevenção e da conscientização”, revelou Ana Carolina Sousa Pazdziora, aluna do curso técnico de Segurança do Trabalho.  

Para a coordenadora de Recursos Humanos, Edjane Lima dos Santos, que fez o contato com a escola para que pudesse fazer a parceria do circuito de palestras e que acompanhou os colaboradores da empresa, todas as palestras contribuíram para a prevenção, promoção da saúde e bem-estar do trabalhador. “Recebemos importantes informações que ajudam a evitar acidentes de trabalho, a prevenir doenças ocupacionais e como ter hábitos mais saudáveis”.

O terceiro dia do circuito teve apresentações sobre ergonomia e síndrome plurimetabólica. Os alunos do curso de Segurança no Trabalho falaram sobre as relações entre o homem, a máquina e o ambiente de trabalho. Já os alunos do curso de Enfermagem abordaram sobre os fatores que aumentam o risco de doença cardíaca, acidente vascular cerebral e diabetes. De acordo com os estudantes esse é um assunto que é pouco abordado mas interfere muito na saúde humana.

“Nós profissionais da saúde trabalhamos muito com orientação e prevenção de doenças. Com informações corretas muitas doenças podem ser evitadas. A prevenção é tudo, inclusive para não ter a síndrome plurimetabólica”, disse Marinês Santos, do curso de Enfermagem. “Preparar as palestras para esse circuito foi muito enriquecedor para todos nós. Aumentamos ainda mais nossos conhecimentos e ganhamos muito com a experiência de partilhar conhecimento”, complementou Elmir Junior, do curso de Enfermagem.

Todas as palestras foram planejadas pelos alunos sob a supervisão da equipe de professores que têm experiências nas áreas de saúde, engenharias, ergonomia e segurança no trabalho. “O nosso corpo docente é muito preparado para capacitar nossos alunos tanto na teoria como na prática. Essas palestras ajudam no processo de ensino e aprendizagem, como também estende a produção de conhecimento realizada na nossa escola para a sociedade rondonopolitana”, afirmou Neiva Terezinha de Cól, diretora da escola.





Editorias